«

»

nov 11

Em meu lugar, o que faria Jesus? Reflita

Em meu lugar, o que faria Jesus?
Irmãos, será que ao nos intitularmos “cristãos” deveríamos sentir orgulho ou vergonha? Será que quando assumimos essa posição diante desta sociedade corrompida e perversa fazemos a diferença como tal?
Trago essa mensagem a vocês para que juntos possamos refletir um pouco mais sobre a nossa vida em relação ao evangelho. E antes de tomarmos qualquer atitude seja por atos, palavras ou até mesmo pensamentos, usemos sempre essa frase: O QUE FARIA JESUS EM MEU LUGAR?
Deus te abençoe.

Rm 2:24
“Pois, como está escrito, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por vossa causa.”
Temos uma grande responsabilidade em nossas vidas que é cumprir o ide que o Senhor nos ordenou. Mas infelizmente temos negligenciado esse chamado do Senhor muitas vezes com nossas atitudes, por mais que saibamos que o Espírito não anda junto com a carne (Gl 5:17), e que não podemos amar o mundo e nem o que nele há (I Jo 2:15).
Quantas pessoas que estão no nosso meio e são soberbas, acham que são melhores do que o outro. Creio que todos já deparamos com situações que frases como essas são mencionadas: Você não sabe com quem está falando ou, Eduardo não, Pastor Eduardo. E se esquecem que para ser um líder primeiramente tem que aprender a servir. há outro tipo de pessoas que se “convertem” mas não tem coragem de largar o que faziam antes de se “converterem”. Volto para aquela passagem de que o Espírito não pode estar junto com a carne. Ao mesmo tempo que essas pessoas se rendem ao Senhor, cantando que “Abro mão da minha vida por Ti” ou “Enche-me de Ti”, quando termina o culto na Igreja, se esquecem disso tudo. Vão fazer apresentações de músicas seculares abrindo brecha para que o inimigo “faça a festa” na vida das pessoas. Pior aqueles que usam o meio gospel para se promoverem. Outras que saem e “pegam” uma irmãzinha para uma noite no motel.
Gente!!! Que evangelho é esse que estamos vivendo, (ah, sem mencionar a tal da teologia da prosperidade, que é outro assunto para depois) onde todos só querem receber e não querem pagar um preço por isso? Precisamos ser luz e sal para essa terra e não deixar que sejamos apagados pelos prazeres do mundo. Se entendêssemos verdadeiramente o significado do amor através de Jesus naquela cruz, muitas coisas seriam diferentes. Para falarmos do Senhor precisamos muito mais do que palavras e sim, atitudes. Temos que ter cuidado na forma com a qual agimos diante das pessoas que não conhecem a Deus, para que eles não se afastem mais ainda dEle.
E para terminar, use sempre essa frase diante de alguma situação que te deixe em dúvida sobre algo: O QUE FARIA JESUS EM MEU LUGAR?
Irmãos, será que ao nos intitularmos “cristãos” deveríamos sentir orgulho ou vergonha? Será que quando assumimos essa posição diante desta sociedade corrompida e perversa fazemos a diferença como tal?
Trago essa mensagem a vocês para que juntos possamos refletir um pouco mais sobre a nossa vida em relação ao evangelho. E antes de tomarmos qualquer atitude seja por atos, palavras ou até mesmo pensamentos, usemos sempre essa frase: O QUE FARIA JESUS EM MEU LUGAR?
Deus te abençoe.
Rm 2:24: “Pois, como está escrito, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por vossa causa.”
em-meu-lugar Temos uma grande responsabilidade em nossas vidas que é cumprir o ide que o Senhor nos ordenou. Mas infelizmente temos negligenciado esse chamado do Senhor muitas vezes com nossas atitudes, por mais que saibamos que o Espírito não anda junto com a carne (Gl 5:17), e que não podemos amar o mundo e nem o que nele há (I Jo 2:15).
Quantas pessoas que estão no nosso meio e são soberbas, acham que são melhores do que o outro. Creio que todos já deparamos com situações que frases como essas são mencionadas: Você não sabe com quem está falando ou, Eduardo não, Pastor Eduardo. E se esquecem que para ser um líder primeiramente tem que aprender a servir. há outro tipo de pessoas que se “convertem” mas não tem coragem de largar o que faziam antes de se “converterem”. Volto para aquela passagem de que o Espírito não pode estar junto com a carne. Ao mesmo tempo que essas pessoas se rendem ao Senhor, cantando que “Abro mão da minha vida por Ti” ou “Enche-me de Ti”, quando termina o culto na Igreja, se esquecem disso tudo. Vão fazer apresentações de músicas seculares abrindo brecha para que o inimigo “faça a festa” na vida das pessoas. Pior aqueles que usam o meio gospel para se promoverem. Outras que saem e “pegam” uma irmãzinha para uma noite no motel.
Gente!!! Que evangelho é esse que estamos vivendo, (ah, sem mencionar a tal da teologia da prosperidade, que é outro assunto para depois) onde todos só querem receber e não querem pagar um preço por isso? Precisamos ser luz e sal para essa terra e não deixar que sejamos apagados pelos prazeres do mundo. Se entendêssemos verdadeiramente o significado do amor através de Jesus naquela cruz, muitas coisas seriam diferentes. Para falarmos do Senhor precisamos muito mais do que palavras e sim, atitudes. Temos que ter cuidado na forma com a qual agimos diante das pessoas que não conhecem a Deus, para que eles não se afastem mais ainda dEle.

Fonte: Palavras que Edificam

1 comentário

  1. jhonys do nascimento matos

    Eu me chamo jhonys, tenho 20 anos e sou da cidade de coroatá interior do maranhão.e adorei este artigo é um modo de levar a palavra de Deus as pessoas que não conhecem a verdade.

    Todos nos temos uma batalha espiritual.
    mas o nosso general é jesus cristo o filho de Deus.

    Fiquem com Deus….

Comentários foram desabilitados.