«

»

out 04

Livre para acreditar – Leia e fique atento

Eu acredito que “todos têm direito à liberdade de pensamento, de consciência e de religião. Este direito inclui o direito à liberdade de ter uma religião ou quaisquer convicções de sua escolha, assim como a liberdade de manifestar sua religião ou suas convicções individualmente ou coletivamente, tanto em público como em particular, mediante o culto, a observância, a prática e o ensino” (Declaração dos Direitos Humanos, Artigo 18).
Estou profundamente preocupado com o fato de a Resolução da Difamação da Religião ter o efeito de restringir severamente esses direitos fundamentais e minar o direito à liberdade religiosa. Eu desejo sinceramente que tudo quanto for possível seja feito para assegurar que as Nações Unidas rejeitem esta resolução.
A Organização da Conferência Islâmica, que compreende 57 países, sendo a maioria de população muçulmana, apresentará mais uma vez a Resolução da Difamação da Religião na Assembleia Geral das Nações Unidas, no final deste ano.
Essa resolução:
– dá ao governo o poder para determinar quais visões religiosas podem ou não podem se expressar nesses países;
– dá ao Estado o direito de punir aqueles que expressam posições religiosas “inaceitáveis”, de acordo com o que eles acreditam;
– torna a perseguição legal;
– visa criminalizar palavras e ações consideradas contra uma religião em particular, nesse caso, o Islã.
– tem o poder de estabelecer legitimidade internacional para leis nacionais que punem a blasfêmia ou, por outro lado, proíbem críticas à religião.
Muitos países apoiaram essa resolução no passado, mas alguns agora estão mudando de ideia. Este ano, existe uma possibilidade real de que ela seja derrotada. E você pode ajudar. Está na hora de mudarmos isso.
Participe da petição global realizada pela Portas Abertas Internacional e una-se a milhares de cristãos ao redor do mundo. O abaixo-assinado será entregue às Nações Unidas em dezembro deste ano.
» Como posso ajudar?
Divulgue a campanha para outras pessoas, em sua igreja, escola, faculdade, trabalho, utilizando os recursos disponibilizados em nosso site. Faça o download de alguns recursos como vídeos, apresentação em powerpoint e arquivos para marca-página e adesivo. Além disso, você pode imprimir o abaixo-assinado quantas vezes quiser e distribuir para muitas pessoas.
Preencha seus dados no formulário, que funciona como um abaixo-assinado eletrônico e ajude a mudar a história da liberdade religiosa em muitos países.
Leia, assine e passe adiante. É a sua liberdade religiosa que está em risco!
Eu acredito que “todos têm direito à liberdade de pensamento, de consciência e de religião. Este direito inclui o direito à liberdade de ter uma religião ou quaisquer convicções de sua escolha, assim como a liberdade de manifestar sua religião ou suas convicções individualmente ou coletivamente, tanto em público como em particular, mediante o culto, a observância, a prática e o ensino” (Declaração dos Direitos Humanos, Artigo 18).


banner_f2b_paginainterno
A Organização da Conferência Islâmica, que compreende 57 países, sendo a maioria de população muçulmana, apresentará mais uma vez a Resolução da Difamação da Religião na Assembleia Geral das Nações Unidas, no final deste ano.
Essa resolução:
– dá ao governo o poder para determinar quais visões religiosas podem ou não podem se expressar nesses países;
– dá ao Estado o direito de punir aqueles que expressam posições religiosas “inaceitáveis”, de acordo com o que eles acreditam;
– torna a perseguição legal;
– visa criminalizar palavras e ações consideradas contra uma religião em particular, nesse caso, o Islã.
– tem o poder de estabelecer legitimidade internacional para leis nacionais que punem a blasfêmia ou, por outro lado, proíbem críticas à religião.
Muitos países apoiaram essa resolução no passado, mas alguns agora estão mudando de ideia. Este ano, existe uma possibilidade real de que ela seja derrotada. E você pode ajudar. Está na hora de mudarmos isso.
Participe da petição global realizada pela Portas Abertas Internacional e una-se a milhares de cristãos ao redor do mundo. O abaixo-assinado será entregue às Nações Unidas em dezembro deste ano.
» Como posso ajudar?
Divulgue a campanha para outras pessoas, em sua igreja, escola, faculdade, trabalho, utilizando os recursos disponibilizados em nosso site. Faça o download de alguns recursos como vídeos, apresentação em powerpoint e arquivos para marca-página e adesivo. Além disso, você pode imprimir o abaixo-assinado quantas vezes quiser e distribuir para muitas pessoas.
Preencha seus dados no formulário, que funciona como um abaixo-assinado eletrônico e ajude a mudar a história da liberdade religiosa em muitos países.